VIREI PUTINHA DE UM VIADINHO MACHO E DE UM NEGÃO BEM-DOTADO TARADO!

Um conto erótico de GISELLE
Categoria: Grupal
Data: 07/09/2019 07:56:56
Última revisão: 15/09/2019 19:30:17
Nota 10.00

Vania é meu nome e vou contar para os leitores taraddos desse maravilhoso site minha louca vida sexual.

Desde novinha me tornei uma putinha totalmente sem juízo e por esse motivo minhas experiências sexuais aconteceram bastante rapidas.

Logo após os primeiros beijos o tesão pegou de vez e em seguida passei a bater punheta para os rapazes e não demorou nadinha para fazer gulosas neles, sentir leitinho quente de macho na minha boca era uma coisa incrivel e o cabaço do meu cuzinho rapidinho também foi pro saco, nem senti muita dor e passei a ter orgasmos deliciosos sendo enrabada com força pelos rapazes tarados que me assediavam constantemente.

Eu não tinha o rosto perfeito como as atrizes de novela, mas minha falta de beleza facial era compensada por um corpão que todos os machos gostam, bundão empinado, coxas grossas e para ajudar ainda mais um par de seios bastante volumosos e do jeito que eu era exibida fazia de tudo para chamar a atenção dos homens com decotes extremamente generososos, shorts socados até o talo no rabo e minissaias curtíssimas, minhas calcinhas viviam aparecendo quando me sentava cruzando e descruzandos as pernas.

Puxei minha mãe na genética do corpo e quando fiquei esperta percebi que ela também era uma tarada de mão cheia, tinha um bando de machos atrás dela e a safada vivia trocando mais de homens do que de calcinha.

Minha mãe trabalhava na área de saúde como enfermeira e não pegava no meu pé por causa do meu jeitinho de “putinha oferecida”, só me cobrava notas boas no colegio e isso era uma coisa que eu não a desapontava e ela sempre frisava que era pra não deixar de tomar anticoncepcionais e acabar sendo surpreendida por uma gravidez fora de hora e quando eu dizia que ainda era virgem ela sorrindo sacana falava que pra deixar de ser era só abrir as pernas para um macho tarado que a pica entrava facinho e eu achava graça de seu comentário irônico.

Na verdade, eu ainda era cabaço na buceta porque não tinha sido pega por nenhum macho de verdade, todos os rapazes apenas queriam me enrabar e encher minha boca sedenta de porra fervente, eu tinha uma garganta profunda e engolia a rola todinha.

Meu melhor amigo se chamava Sandro e tínhamos a mesma idade e estudávamos no mesmo colégio e desde que o conheci já percebi que ele era um tanto “delicado” e os outros rapazes de vez em quando praticavam “bullying” com ele o chamando de viadinho, mas ele não vivia chorando pelos cantos por causa disso e até encarava alguns mais abusados os chamando pra briga e assim ia levando a vida da melhor maneira possível, o safadinho vivia dizendo que sentia tesão o dia inteiro e que se pudesse faria sexo a toda hora.

Eu também era chamada de “biscatinha” pelas garotas do colégio e não tava nem aí com os comentários maldosos das putinhas invejosas.

Meu amigo Sandro já tinha me visto nua varias vezes na minha casa quando ele passava por la para me ver e batermos papo e isso acontecia constantemente, morávamos na mesma rua e ele vivia me elogiando dizendo que gostaria de ter um corpo tipo o meu, bucetão, coxão e bundão e eu me sentia envaidecida sendo elogiada por ele.

Sandro tinha 1.60m, loiro, rosto delicado, olhos azuis e uma bundinha normal bem arrebitada e por tras até parecia uma “garota” adolescente.

Sem querer acabei descobrindo que meu amigo viadinho não me contava tudo sobre sua vida sexual agitada e foi em uma tarde quando resolvi passar pela sua casa e entrei pelo corredor lateral da casa e ao chegar na varanda dos fundos dei de cara com uma cena incrível.

Sandro estava debruçado com os cotovelos sobre uma mesa de madeira e atrás dele fodendo seu cuzinho com força havia um negro enorme com uma rola também descomunal e o loirinho safado gemia bem alto de prazer dizendo:

-Aihmmmm... que pauzão gostoso fodendo meu cuzinho... mete gostoso mete... aihmmmm... como é grossão... adorooooo... mete com força!

Quem estava comendo meu amigo loirinho era o Sr. Jorge, um negro de 40 anos que morava no bairro e trabalhava com consertos domésticos, tipo encanador, pedreiro, eletricista e eu já tinha ouvido comentários que o negão era um tarado que socava a rola em quem desse mole, mas ao assistir aquele safado socando aquele pauzão de cavalo no cuzinho do Sandrinho dava pra notar que o taradão adorava um cuzinho de rapaz, ele socava aquela pica grossa negra sem dó e de vez em quando dava um tapa na bunda branquinha do meu amigo loirinho dizendo:

-Rebola mais seu viadinho safado... da gostoso esse cuzinho pro teu macho... adoro cuzinho rosado de viadinho... ahhhh... goza no pau do negão seu safadinho... delicia de bundinha!!

Procurei ficar bem escondido pra não perceberem minha presença e continuei assistindo aquela trepada deliciosa e quando me dei conta senti minha bucetinha virgem toda ensopadinha, ver um macho negro super bem-dotado enrabando meu amigo viadinho loirinho me deu um tesão louco e enfiando minha mão entre minhas pernas passei a esfregar meu grelo sensível, eu iria gozar junto com aqueles safados tarados e foi então que notei que Sandro tinha uma rola de bom tamanho, alias era maior que todos os paus que tinha penetrato meu cuzinho guloso e minha boca sedenta e na hora pensei “que desperdício”, meu amigo loirinho com aquela bela rola poderia fazer a felicidade de muitas putinhas.

O tesão aumentou de intensidade em segundos quando o negão deu um berro alto e gozou no cuzinho do viadinho loiro e o safado também gozou junto esguichando um monte de porra no piso da varanda e minha buceta virgem então parecia que estava fazendo xixi de tanto que gozei.

O negão ficou engatado no rabo do viadinho loiro ainda ofegante e então aproveitei para sair dali e voltar pra minha casa, mas isso não aconteceu, eu continuava completamente tarada e então fui pra casa de Alex um dos meus ficantes e por sorte ele estava em casa e assim que entrei já fui tirando a roupa e ficando de quatro no sofá e pedi pra ele comer meu cuzinho sem dó e gozei que nem uma cadelinha no cio sendo enrabada.

No dia seguinte logo de manhã Sandro meu amigo viadinho passou em casa e resolvi enquadrá-lo dizendo:

-Que amigo mais traira que eu tenho hein... sempre fala que eu sou sua melhor amiga, mas depois de ontem a tarde acho que não é verdade, escondendo o jogo de mim né seu safado... e pelo que assisti em detalhes o viadinho adora ser enrabado por negão pauzudo... te vi rebolando que nem uma puta na rola preta do taradão!

Na hora Sandro percebeu que eu tinha visto ele dando o cuzinho para o Sr. Jorge e sorrindo sem graça disse:

-Ahhh Vania... me desculpa por favor... eu queria ter te contado... mas o Seu Jorge me fez jurar que não iria contar pra ninguem que ele ta me comendo... ele tem medo do que os outros possam falar se descobrirem nosso caso... e ele também disse que se ficasse sabendo que eu tinha aberto a boca pra falar sobre nos ele não iria mais me comer e aí quem iria se dar mal seria eu... ninguém me faz gozar tão gostoso quanto o Seu Jorge, aquele pauzão enorme dele fodendo meu cuzinho guloso me deixa louco... vai minha amiga... me perdoa por favor, não quero perder sua amizade de jeito nenhum!

Estavamos sentados no sofá e Sandro me abraçou forte dizendo que tinha adoração por mim e claro que nem me passou pela cabeça terminar nossa amizade e então o safadinho me contou que já fazia um mês e meio que o seu Jorge tinha comido ele pela primeira vez, ele tinha ido instalar um ventilador de teto na cozinha da casa dele e o negão quando o viu de short enfiado no rego ficou de pau duro e Sandrinho quando viu o tamanho da pica do negão ficou louco e não demorou nadinha pra ser agarrado e socasse o pauzão no seu cuzinho guloso. Comentou que doeu bastante na primeira vez, ele só tinha dado para rapazes de pau pequeno, mas rapidinho seu cuzinho tesudo adorou aquele macho negro bem-dotado fodendo gostoso e gozou que nem uma putinha.

Ficamos batendo papo no sofá completamente descontraídos e revelei que também tinha gozado que nem uma louca assistindo a foda dele com o negão de pauzão cavalar e então resolvi comentar sobre o tamanho do seu pau dizendo:

-Sandrinho querido... eu já fiquei pelada um monte de vezes aqui em casa diante de você, mas eu nunca tinha te visto pelado e fiquei de cara com o tamanho do teu pau... eu achava que ele era pequenino, mas é bem grande, alias é maior do que dos meus ficantes, adorei te ver gozando com o pauzão preto do seu Jorge socando forte no teu cuzinho até o talo, adoraria assistir tudo de novo!

-Sinto um tesão muito louco quando sou encoxado por um homem e sinto o pau deslizando no meu reguinho, quando toca meu cuzinho eu empino o rabo e mando socar gostoso... depois que fui comido pela primeira vez pelo Seu Jorge ai fudeu de vez, viciei no pauzão negro dele, se pudesse queria dar pra ele todo dia... o calor dquela pica grossa dentro do meu cuzinho me leva a loucura... mas... vou te revelar um segredo meu que nunca contei pra ninguém... antes de virar gay comi minha prima um monte vezes, fui eu que tirei o cabaço da putinha tarada!

-Que amigo mais tarado você é... trata de me contar em detalhes sobre sua prima... adoro ouvir historias de sacanagem... me dá um tesão danado!

-Ta bom sua maluca... vou contar sim... foi assim: Minha prima é um ano mais velha que eu e de vez em quando vinha dormir em casa, seus pais viajavam bastante e a deixavam com o a minha mãe... ela é loirinha como eu e tem um corpo muito bonito... ela tomava banho sem fechar a porta do banheiro como eu também fazia o mesmo, eu dormia de shortinho e ela só de calcinha com uma camisetinha e logo ela começou com uma conversa mole que estava com medo de dormir sozinha e vinha para a minha cama e ficava de conchinha comigo, claro que a sacanagem não demorou a rolar... meu pau ficou duro no meio das coxas da safadinha e rapidinho ela demonstrou ser bem assanhada e passou a ficar peladinha na minha cama... mais rápido ainda ela começou a chupar meu pau, ela confessou que já tinha feito isso com os rapazes do colégio que estudava, claro que também fiquei com muito tesão e logo virei a putinha de bruços e soquei no cuzinho da safada, ela reclamou muito dizendo que meu pau era muito grosso, mas logo rebolava que nem louca, quando ela disse que queria que eu metesse na buceta dela eu fiquei com um pouco de medo do que poderia acontecer, mas logo deixei o medo de lado e tirei o cabaço da putinha tarada, saiu bastante sangue mas, ela nem reclamou de dor, deu gostoso e gozou na minha pica, depois disso sempre que ela ia dormir em casa eu comia ela inteirinha, cuzinho, buceta e boquinha!

-Seu tarado pervertido, comeu a própria prima hein... adorei ouvir essa historia... nossa... fiquei com a buceta meladinha só de imaginar você tirando o cabaço da tua prima... hummm... que deliciaaaaa!

Foi então que percebi que a frente da bermuda que Sandro estava vestido tinha formado uma barraca enorme e toda safada disse:

-To vendo que não é só minha bucetinha que ficou meladinha escutando essa historia sacana... meu amiguinho safado também tá com o pau bem duro... até parece que vai furar a bermuda!

Sandrinho sorriu sacana e dando uma pegada forte no pau disse:

-Claro né... eu fico com tesão facinho... qualquer sacanagem me deixa assim... você sabe disso sua safada... e você também é assim sua tarada!

Na hora me veio uma loucura na cabeça e toda safada levei a mão entre as pernas dele e pegando no seu pau com vontade disse bem safada:

-Sandrinho... pelo que você me contou você comeu sua prima um monte de vezes e eu to com um tesão danado... come eu também... adoraria dar pra você... você vive dizendo que acha meu corpo maravilhoso... me fode gostoso como você fodeu sua prima puta!

Sandro ficou por alguns instantes sem dizer nada após ouvir minha proposta, mas antes que ele tomasse qualquer iniciativa já fui tirando sua bermuda e em segundos cai de boca naquela rola branquinha de cabeça bem rosada e toda babada, eu sabia como dar um trato em uma rola e mandei ele foder fundo na minha garganta e aquele pau delicioso parecia crescer ainda mais, logo me coloquei de 4 no sofá e empinado o rabo sussurrei toda tarada:

-Come meu cu com força igual o negão fodeu o seu ontem... soca com força... bate na minha bunda... pode abusar bastante da tua amiga tarada!

Realmente Sandrinho se mostrou um viadinho muito macho e me fodeu como um homem de verdade... gozei que nem uma cadela com seu pauzão socando fundo no meu cuzinho guloso e o taradinho também gozou gostoso gemendo alto enchendo meu rabo de porra quente.

Fomos para o banho juntos e ficamos nos ensaboando e batendo papo bem tranquilos e logo vi que o pau dele já estava ficando duro novamente e toda putinha disse:

-Se você ficar de pau duro outra vez vai ter que me comer de novo... ninguém mandou me foder tão gostoso... vou querer repetir isso um monte de vezes... não importa se você gosta de ser enrabado pelo negão pauzudo... pra mim você é um macho super delicioso!

Sandro também sabia como satisfazer uma puta tarada porque me colocando de costas pra ele me mandou empinar o rabo socou seu pauzão até o talo no meu rabinho e passou a me foder bem gostoso, eu rebolava sem parar, gemendo e pedindo pra ele não parar e gozei varias vezes, que pau gostoso tinha o viadinho loiro, ele me puxava pelos cabelos e dava uns tapas bem dados no meu bumbum e fodia meu cu bem gostoso. Depois de me deixar saciada Sandrinho todo tarado se encostou na parede e disse:

-Já gozei no teu cuzinho... agora quero gozar nessa boca gulosa sua safada... quero que engula meu pau todinho sua safada!

Me ajoelhoi no piso do box e passei a mamar bem gostoso naquele pauzão que tinha me proporcionado tanto prazer, logo Sandrinho passou a foder minha boca até o talo... o safado me fazia dar umas engasgadas e foi então que o safadinho sussurrou tesudo:

-Hummm... que boca gostosa... vou encher ela de porra... faz uma coisa pra eu gozar gostoso Vania... enfia dois dedos no meu cuzinho... enfia!

Quando fiz isso o viadinho safado passou a rebolar nos meus dedos e acelerou as metidas de seu pauzão na minha buca gulosa, deu pra sentir que o tesão que ele tinha no cu era intenso demais... e então pra agradar ainda mais o taradinho em vez de dois dedos enfiei 3 e não demorou mais que alguns segundos pra ele tremer o corpo inteirinho e gozar gostoso ejaculando forte na minha garganta, senti o cuzinho do safado se contraindo mordendo forte os meus dedos.

Depois do banho fomos pra sala bem mais calmos e ficamos batendo papo sobre nossas fantasias sexuais e com certeza após aquele dia a safadeza com certeza aumentaria bastante de intensidade e isso não demorou mais que 3 dias quando encontrei Sandro e o chamei pra vir a minha casa e decidi que iria ser ele a tirar o cabaço da minha bucetinha isso aconteceu em poucos minutos após entrarmos em casa.

Cai de boca no pauzão gostoso dele deixando-o bem babado e então fiquei de 4 na beira da minha cama e toda tarada disse:

-Faça seu papel de macho meu taradinho safado... hoje eu não quero seu pauzão delicioso no meu cuzinho... quero na buceta... tirou o cabaço da prima e vai tirar o meu também... soca tudo que to louca pra virar uma putinha completa... me come... meu viadinho macho safado... fode minha buceta virgem!

Sandrinho sabia ser macho quando precisava e em segundos minha bucetinha era arrombada de vez, o pauzão duro como uma rocha penetrava forte e com vontade e não demorou nadinha pra me fazer gozar que nem uma cadela no cio naquela foda maravilhosa.

O meu amigo taradinho me deixou totalmente satisfeita naquela tarde e depois disso tudo ficou ainda melhor quando o safadinho veio com uma conversinha sacana dizendo que tinha contado para o seu Jorge o negão bem dotado que o enrabava nossas transas e me convidou para transarmos a três e claro que topei no ato e ai a coisa pegou fogo de vez, sofri DP dos dois tarados, o pauzão enorme do negão era uma loucura deliciosa, Sandrinho adorava me foder enquanto o negão enrabava seu cuzinho guloso e enchia sua bunda de tapas.

Tudo continua muito bom até hoje... sou putinha de um viadinho macho e de um negão bem-dotado tarado.

e-mail:

Mais contos meus estão no meu perfil:

//dorstroy-ab.ru/phim-sex/perfil/182301

CP1 Member

HHHHHHHH10Z

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
13/09/2019 10:04:46
Muito bom adoro sus contos
12/09/2019 16:24:59
Delicia de conto, minha esposa tb é bem putinha safada , confira nossas aventuras... Temos um blog para casais liberais: />
08/09/2019 03:48:01
10
07/09/2019 22:03:03
Adorei continua assim
07/09/2019 12:46:58
Parabéns. Vc deve dar show na cama. Se tiver fotos
07/09/2019 11:25:02
Conto maravilhoso, muito rico nos detalhes... nota máxima
07/09/2019 09:04:14
Parabéns Giselle..conto fantástico. .nota 10

Online porn video at mobile phone


homem bem forte peludo idoso batendo p****** e g****** pra valereu, minha namorada, minha namorada e meu tioporno raissa do te peguei gostosahttp://animais gozando na busetas d mulheres d correr porracontos eiroticos leilapornfoto.de garotas tomando sol de costas de biquinis deitadasde cabelos castanhosnovinhas so gost de negraopornoXvideo vou contar como acabei transando com uma irma da minha igreja elaera casadacontos eiroticos leilapornnovirha gozanocontos fio terra marido broxaCONTO EROTICO: MINHA TIA TURBINADAcomo fuder a primeira vez com o amantudocontos eroticos malv comendo as interesseirafilme porno home nergro sorca vara na imtiadaContos eróticos de incesto mamei no pintao do do meu filhao na cozinhaflagrei minha patroa na siririca contosxvideos dotado resolveu medir o picaocontis eroticos com fotosXsvideos mulher torturando escravo nuSogra Contos Eroticoscasa dos contos eroticos esposa c velho negrocontos hetero experimentar chupar pau contos eroticos aluguelContos eroticos marido de pinto pequeno chama amigo roludo para esposa certinhax vidios comedo a ludinha ate gozar na cara delatentando meter com pinto inchadofotode,negao,forsando,o,amigo,chupar,seu,picao,aforsasonifero na tia evangelica contoconto erogico cabaco perdido com profesor caralhudoEle me fodeu gostosotransa sexual sogente negras eu gosto porno gratiscontos eiroticos leilapornfotos de novihha bucetudacamioneiro fodendo a esposa do colega no caminhaocontos eróticos menina de 25 anos 25 anos transando com cachorro com calcinha preta com as unhas vermelhascache:I20bmnqm678J:gtavicity.ru/texto/2016115 contoseróticospublicadosemcontos minha buceta adora mao dentro fistimgcontos eiroticos leilaporndoce nanda parte IV contos eroticosconto viadinho descaradonovinha fudendo a buceta na praia cm causinha vermelhhistoria dicorno sendo traido por dotadoconto erotico gay negao dominador gosta de maltratar viado brancofotopono vajina de menosdaapalpando o roludo no rodeio sexoputa safada grita alto vou gozar gtrta alto porra caralho grita grita grita to gozando caralhoooo...conto erotico incestocarolzinha santos e suas amigas trepano no churrascodomestrica vendi meu cu virgem para meu patrao contos eroticosbrexado cunhadamorna jemendo goistozo no pal xv pornoaenchi for anel sexalggus videos ponou com as jovemzinhasporno zoo mulher presa no canino fodida toda noite xvideosmeu amigo tirando o atraso com a minha esposa contovideo porno com mulhe traido o marido e foi amesada que nao da cucontos de viadinhpscontoseroticosdeu o cu pro vizinho.videos de sexo lesbicas brasileiras gemendo alto " ela passou a lingua no meu cu "bucetas gordas a deramarem espermaspadastro de 35cm de pica no cu da intiadaXVídeos mulheres de baby doll calcinha quando a pele já mostrando para os visitantesTia flagra sobrinho pelada de 25cm do peladão A força Ele come a tiaconto erótico morena baixinha sendo pindurada na picaelacareca contos eroticos de mullheres carecascontos eiroticos leilapornrevista de contos eróticosvideos de sexo pratoa pegado a enpegada batedo uma xiriricatexto sogra gero fodeu sua bucera bricando`conto erotico` Gabrielcontos mulheres cinquentona nao aguenta pau com super cabecaconto erotico gay fui obrigado a virar travestiadvogada enrabada pelo presidiário moreno da geba enorme fazendo exercicio so de calcao sem cueca