Transei com o filho da minha madrasta

Um conto erótico de Fernand (nessa to como rodrigo)
Categoria: Homossexual
Data: 01/05/2016 02:27:59
Última revisão: 01/05/2016 11:00:23
Nota 10.00

Pessoal trazendo mais uma pra vcs, dessa vez vou contar uma historia que sempre tive na minha cabeça sobre um vizinho e o irmão dele, sabe, quando vc ver duas pessoas imagina elas trasando. espero entregar um bom conto.

Oi, meu nome eh Rodrigo. Tenho 19anos, sou negro, do tipo que quando fico suado a pele brilha de um modo legal sexy principalmente quando to na academia ou correndo na praia, isso segundo o que me dizem claro, eu soh digo que me garanto no que faço. E falando nisso, devo dizer que meu pau tem 20cm, com uma grossura que chega bem perto de um frasco de desodorante Axe ou Rexona daqueles grosso.

Mas tambem tenho que falar sobre meu "irmão" o Vitor, ele na verdade eh filho da minha madrasta, Waldilene, ele acabou de fazer 17 anos. Ele é branco, galego, não nego que sempre achei aquela bunda grande dele muito gostosa, mesmo antes de imaginar que iria comer ela.

Tudo começou a algum tempo, quando ele tinha quinze anos. Minha madrasta e meu pai tinham saido pra fazer a feira. E o Vitor tava na rua com os amigos. entaum o que pensei, porq não uma punhetinha pra relaxar. Naquele tempo já comia varias negas, elas simplesmente se jogavam pra mim, e com o face e o zap, ha, era como ter um menu na minha mão. mas nada supera uma punheta. na punheta vc pode imaginar o q qr, com quem qr, como qr, com a a tara q vc quiser. entaum comecei. coloquei um video de swing de casais. Gosto de ver muitas putarias com boas historias, deixa mais real. e comecei a me acariciar. gosto de tratar minha rola com carinho sabe, massageio, brinco, mudo a velocidade do movimento e como eu pego, e quando vejo que tenho tempo e estou perto de gozar eu dou uma paradinha soh pra curtir o tesão e depois continuo, e no final gozo fartamente em cima do meu tanquinho e peitoral de academia todo suado, delicia.

mas nesse dia bem no meio do filme, quando eu já tava bem concentrado e relaxado na minha auto massagem especial, eu percebo pelo canto do olho que a porta não estah fechada, meu computador fica encostado na parede e a porta do quarto fica a esquerda, quem entra me ve de perfil. Percebo na mesma hora q na porta tem alguem e olho. e lah tah o Vitor com cara de espantado olhando minha rola. rsrsrsrsrsrs ñ culpo ele, se eu não tivesse a rola que tenho e entrasse num quarto e deparasse com essa rola tambem ficaria assustado.

- Descupa foi sem querer - disse ele e saiu do quarto.

eu fiquei lah de pau na mão, senti ela amolecendo, sabia que clima tinha morgado, fui pego no com a arma na mão rsrsrsrsrs, sai do site que eu estava e fiquei deitado na cama um tempo. depois fui pra sala. O Vitor tava lah. O mais estranho é que ele quando me percebeu, primeiro olhou pra minha virilha com um certo interesse no olhar, mas coisa rápida e depois olhou pro meu rosto. soh entaum voltou a ver tv. Eu achei estranho claro, mas não disse nada.

- Foi mal cara, eu não escutei vc chegando - eu disse, mais pra quebrar o gelo.

- Relaxa pow, tu tava no teu quarto, eu q não avisei que ia entrar.

- mas vc me pegou no momento errado rssrsrsrsrsr, nem tive como esconder a tempo.

- srsrsrsrsrsr, tah de boa, quem nunca bateu uma na vida

- verdade - eu disse.

Desencanei, e fui tomar banho, afinal, minha punheta tinha, ao menos, me feito suar. entrei em baixo do chuveiro e não resisti, terminei a punheta que comecei no quarto.

Mas o Vitor ficou diferente depois disso. Sempre pegava ele me olhando, pra minha virilha, meu corpo quando chegava da academia isso nos primeiros meses. Depois ele passou a se chegar mais. A ponto de, virar e mexer, ele me alisar com conversas do tipo "olha o tanquinho dele como tah enxuto" ae ele passava a mão na minha barriga, "o peitoral jah tah bem sarado" e passava a mão no meu peito, " que biceps grande" ae ele pegava no meu braço e dava uma apertada nele pra conferir. Ele fazia tanto isso que eu pensava, pega na minha rola pra ver como eh grande tambem rsrsrsrs, mas nunca disse , eh soh dessas coisas q passa na cabeça.

Depois de um tempo passei a perceber que minhas cuecas nunca ficavam do geito que eu deixava. e dei por falta de uma que "demorei" pra encontrar. Ae o Vitor entrou tambem pra academia, e fazia questão de malhar perna e bunda 2x por semana, o que deixava aquela bunda chamativa e super deliciosa. eu via meus próprios amigos quando ia em casa babar pela aquela bunda, uns ateh dizia. "a se fosse mulher", e eu ria, pois tambmem pensava do mesmo geito. eu comecei a perceber a ideia do Vitor no dia que comentei sobre ele malhar soh perna e bunda.

- ah, eu acho massa - ele respondeu

- bem, ela concerteza ficou

- vem cá - ele me chamou, pegou na minha mão e pois na bunda dele, que tava bem durinha e firme. - tas vendo que tah bem musculosa, vale a pena. -disse ele rindo com cara de safado

Ri, e dei uma tapinha marota na cabeça dele. e fui pro quarto. mas soh fui porq fiquei exitado, logo vi q ia ficar de pau duro, e fiquei. depois desse dia sempre q me masturbava era pensando na bunda dele. Isso aconteceu nesse ultimo mes. ele depois desse dia, sempre que podia, relava alguma parte do corpo em mim, as vezes perto da minha virilhia, "totalmente inocente". Eu fiquei muito exitado com essas provocações. ele soh fazia isso quando não tinha ninguem em casa ou se tivesse, quando não estavam olhando. Semana passada ele tava de pé ao lado da mesa, de costa pra porta da cozinha, entrei e botei em pratica o que me passou primeiro na cabeça. passei por trais dele dando uma encostada com a minha rola na bunda dele.

- eita, desculpa, tropecei - e me sentei na mesa

- relaxa, isso não eh nada - disse ele rindo com cara de safado.

Tive certeza que ele queria, e eu não podia dizer que do contrario, tava com aquela bunda na minha cabeça de modo que cheguei a sonhar fodendo loucamente ela bem forte. Mas precisa de uma boa oportunidade pra foder ela. entaum apenas ri com cara de safado volta.

Até que 3 dias atrais minha cama foi ao chão, o que me deu raiva, foi bem quando me deitei. pense no susto que a pessoa leva. Esperei meu pai e a Waldilene chegar de noite e expliquei a situação. Eles conversaram, sabiam que eu tava desempregado meu ultimo emprego foi numa tercerizada e soh durou 8 meses, claro que o dinheiro que peguei foi pra deixar logo umas mensalidades pagas. De resto, me virava com as coroas que choviam na minha horta, e os gays que babavam na minha rola, ou vcs jah tavam pensando que o Vitor iria ser o primeiro?. eles e elas não me deixavam faltar nada e me enchiam de mimos, claro, eu eu fazia companhia a eles, do melhor geito que sei fazer srsrsrs.

Meu pai e a Wal me disseram que iam comprar uma cama de solteiro no outro dia , o que pra mim era uma má noticia, pois minha cama apesar de velha era de casal. entaum perguntei

- e onde eu durmo hoje - é claro que tinha o sofá ou ateh o colchão no chão, mas eu tava muito acostumado a cama.

- pode dormir comigo Rodrigo - Disse o Vitor, Na hora me acendeu uma luz na cabeça, e tive que fazer força pra não ser a cabeça errada. pois lembrei que a cama do Vitor tambem era de casal, num quarto separado, longe do quarto do pai. Iria se soh eu e Vitor.

- Claro, pode ser - disse logo - durmo lah ateh chegar minha cama nova.

O pai e a Wal concordaram, e assim chegou a noite. Meu pai e a mulher dele foram dormir cedo, umas 10:30, jah que iriam acordar mais cedo pra ir comprar a cama. que como qualquer outro soh iria chegar de frete depois de uns 3 dias no mínimo. Jah depois das 11 fui tomar meu banho, depilei todo o pelo que ainda era curto soh pra agradar mais. me lavei bem lavado e fui pro quarto soh de toalha com uma cueca box por baixo. Em seguida o Vitor foi pro banheiro e demorou mais do que eu, bem mais. eu jah tinha me deitado na cama, soh de cueca pra ver o que ele diria. Entaum ele entra, jah tava começando a ficar agoniado com a demora.

Assim que Vitor entrou ele me olhou de corpo todo, riu e fechou a porta.

- Cade o resto da roupa rodrigo - me perguntou ele.

- Ah, eu soh durmo de cueca - o que era verdade, sempre fui largadão pra dormir. As vezes ateh dormia pelado. - você se incomoda? - perguntei com um sorriso no rosto.

- claro que não - disse ele enfático - pode ficar a vontade, eu também soh durmo de cueca.

Bem, eu mesmo não tinha como saber se ele tava mentindo. nunca entrei no quarto dele quando ele tava dormindo. Eu fiquei deitado do lado direito da cama e ele do lado esquerdo. mas a putaria com a qual eu tava contado não aconteceu de imediato. ele se virou de costa pra mim e tudo que eu via era aquela bunda gostosa. mas ele não falou nada, nem mesmo deu uma entrada, nem eu. Sabe quando vc quer muto algo e na hora H te dah uma trava e vc não faz nada? pronto, acho que foi o que aconteceu com os dois na hora. Fiquei mais ou menos uma hora e meia esperando algo acontecer, mas ele não se mexeu, ficou lah parado. e eu com a visão daquela bunda, tava com o pau mais que latejando. Cheguei a pensar, "ah, tanta fogo pra nada". entaum pra não ficar no nada aproveitei pra tirar uma casquinha. me fingindo que tava dormindo fui pra perto do Vitor e me encachei por trais dele, com minha rola bem apertada na bunda dele pra aproveitar cada centímetro que meu pau iria poder sentir daquela bunda. fiquei uns minutos nessa fingindo dormir. entaum sinto o Vitor se mexer, sinto ele se virar pra mim e depois me empurrar, de modo que fiquei de barriga pra cima. Assim, tava "dormindo" neh, entaum fiquei assim mesmo de pau duro. Depois de um tempo sinto o Vitor pegar na minha rola. Ele passou a mão em toda a extensão da minha rola com firmeza, mas tambem com cuidado. não me mexi, fiquei queto lah na minha. Entaum senti ele tira minha rola pra fora e começa a me bater uma punheta de leve, e eu gostando daquilo tudo. entaum ele passou a língua da base da minha rola ateh a ponta da cabeça, bem devagarzinho, e na ponta ele deu um beijo com os lábios quentes. senti quando ele pos na boca, meu pau latejou na hora, e ele começou uma chupada bem de leve. como se fosse a coisa mais singela do mundo. me senti nos céus. sua língua se mexia bem devagarzinho por baixo da minha rola. e numa determinado momento ele tentou por minha rola toda na boca.

Ele não conseguiu, minha rola era muito grossa pra garganta dele. mais aquilo me deu uma tesão enorme, foi no moento que ele tentou por toda na boca que eu segurei a cabeça dele na minha rola até onde pude. ele não tentou recuar, ficou lah ateh eu aliviar a pressão atrais da sua cabeça. ele olhou pra mim e riu.

- voce devia ter aberto os olhos quando peguei na sua rola, jah sabia que vc tava acordado.

- sério, entaum vc devia ter colocado logo minha rola na boca. - falei isso e puxei ele pra minha rola.

ele não chupou mais de leve. Muito pelo contrario, chupou com gosto. ele reversava entre chupar e lamber. Ele deixou meu pau todo melado, e ver meu pau naquela situação enquanto ele fazia cara de safado me deixava ainda mais puto. dei uma tapas na cara dele e ele gemia com a boca na minha rola. e podia sentir seus dedos massageando a base da minha rola como um gato dando carinho. Quando ele percebeu que meu pau tava bem duro e molhado, ele se levantou e ficou de frango assado na beirada da cama. pulei na mesma hora e me posicionei. mirei meu pau no cu dele e cuspi na minha rola. e depois usei minha rola pra deixar o cu dele molhadinho, do jeito que eu via os caras fazendo nos filmes. Quando me dei por satisfeito, eu coloquei na entrada e comecei a colocar devagar. Mas pra minha surpresa o Vitor não era virgem, a cabeça entrou com um pouco de facilidade. olhei pra ele e ele riu, encaixou as pernas por trais das minhas costas e me puxou devagar pra dentro dele, devagar, porq apesar de ele ser virgem, ainda era apertado na minha rola. escutei ele gemendo baixo pra não ser escutado fora do quarto.

Quando ele me sentiu todo dentro dele ele disse "agora que você abuse de mim como se fosse a a maior puta de toda a sua vida, sou seu". Latejei dentro dele e comecei a meter devagar. mas toda vez que eu recuava com a cintura ele me puxava com as pernas e gemia, logo jah estava metendo nele com mais velocidade. ele me puxou mais pra perto e encostou sua boca na minha orelha "voce não sabe o tempo que esperei por isso". seu cu apertou minha rola ele gemeu. apoiei meu rosto do lado dele e gemi junto. aquilo tava muito gostoso. Botei ele de quatro, queria socar com força naquela bunda gostosa. segurei com força a cintura dele e puxei. bati bati forte e fundo e toda vez que ele ia pra frente puxava ele com força de volta. vi ele mordendo o travesseiro enquanto seu cu piscava na minha rola. Estávamos cobertos de suor, minha rola escorregava com mais facilidade com o suor que descia pelo meu corpo e pelas nádegas dele. ele saiu da posição e pediu pra que eu deitasse. o fiz, e meu pau ficou lha batendo continência esperando mais. Ele vei e sentou na minha rola de frente pra mim. foi bem devagar ateh sentar completamente em mim. Entaum começou a subir e descer, rebolando, quicava na metade do meu pau e subia, descia com tudo e rebolava. Jah estava segurando o gozo pra aproveitar mais dele, mas ele me pediu pra por mais travesseiro mas minhas costas como se estivesse em um hospital. fiz sem tirar ele de mim. ele continuou naquele ritmo frenético e constante. entaum ele se curvou pra frente ainda quicando e disse "essa eh a foda mais gostosa que vou ter em toda minha vida" entaum ele continuou a gemer no meu ouvido. eu jah estava no meu limite. segurei a bunda dele por baixo ainda deitado e comecei a fuder com força enquanto ele subia e descia gemendo, entaum tirei ele de cima de mim e fiquei de peh, ele prontamente veio pra perto da minha roal, segurei na cabeça dele gozei jatos fortes na sua cara. ele ria, quando terminei peguei parte da minha gala no rosto dele com minha rola e coloquei na boca dele. ele chupou ateh que eu ficasse com o pau limpo, saiu da cama e pegou uma toalha pra limpar o rosto. continuei deitado, arfando. ele se deitou do meu lado e me abracei a le de conchinha.

ficamos nessa uns 45 minutos. riamos baixinho, tentávamos recuperar o folego.

- foi muito bom - eu disse.

- com certeza - ele concordou. podíamos sentir o nosso suor enxugando no corpo.

- pensei que você fosse virgem- falei - eu ia com todo o cuidado pra não te machucar.

- srsrsrsrsrsr voce foi muito lento, seu amigo foi mais rapido do que voce - fiquei surpreso.

- qual?

- o que dizia que se eu fosse mulher ele me pegava, um dia ele veio enquanto voce tava na academia e aproveitei pra dar em cima dele e ver o que acontecia. E não foi soh uma vez.

- filho da mãe rsrsrsrssrsrsr, por isso eu encontra ele aqui quando chegava da academia, e eu acreditando que ele ficava me esperando.

- Mas não importa, o que vale eh que eu consegui hoje o que queria.

- e jah faz tempo que queria neh?

- Desejava isso sempre que pegava na sua rola e mamava de leve.

- quando isso? - perguntei espantado.

- quando vc dormia, depois que te vi pelado no pc, fiquei fissurado. entaum passei a entrar no seu quarto de madruga e brincar de leve com voce.

Escultar aquilo soh me fez ficar de pau duro de novo. E ele ficou super feliz de novo. tivemos nossa segunda foda naquela noite. levei quase uma hora pra gozar de novo. dormimos exaustos, nem fomos pra academia no outro dia. nos noites que vieram antes da cama chegar metemos loucamente. e depois que voltei pro meu quarto um visitava o outrosempre que queria diversão. ah e não me masturbei mais vendo porno. agora todo vez que assisto eh porq tambem estou metendo com ele.

Pessoal descupa pelo conto grande, me empolguei. mas espero sinceramente que eu tenha conseguido acender um fogo gostoso em voces. ateh a proxima

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
20/10/2016 11:47:07
10
21/05/2016 17:49:45
Delícia de conto!
06/05/2016 00:59:35
Boom
04/05/2016 21:40:42
ond o autor não se exita', correção
04/05/2016 21:39:57
valew pessoal, vou melhorar mais com o tempo, falta de costume. mas nao vou negar pra vcs que ateh eu fico exitado quando escrevo. eu acredito que um conto ond o autor se exita, nao vale a pena. dou omelhor de mim pra gradar vcs ok. bjos e obg.
04/05/2016 09:40:16
Muito bom o conto por isso vou mandar um deis. Sou casado e morro de vontade de dar a bunda, apesar de não sentir atração por homem. Só sinto atração por picas. Gostaria muito de ser uma fêmea completa para outro macho e matar esse desejo escondido que tenho. Troca-troca tambem e bem vindo. Alguém interessado me mande mensagem... E-mail:
04/05/2016 02:49:44
Oiiii muito massa seu conto PERFECT❤
01/05/2016 21:34:37
MUITO BOM. CONTINUE. MAS REVEJA OS ERROS NA ESCRITA ISSO NÃO É LEGAL.
CeF
01/05/2016 17:32:21
Muito bom!
01/05/2016 15:27:42
bom
01/05/2016 09:41:39
wh ats pra inc es to
01/05/2016 09:37:15
adorei

Online porn video at mobile phone


foto de minina da bucetonamenino gossando dentroHomem transando ate o talo tirinhacontos eroticos mamae dondocacontos eróticos meu irmão pediu pra mim conpra umas coisinhas pra eledeixa eu por só a cabecinha, conto eroticoContos incesto dei pro meu pai eu era novinha convenciconto erotico papai relou o pau em mim e eu gosteimeu corninho eu quero uma pica gozando dentro de minha e meu céucoroa novinha transando da put e da das tigresa da preguiça do pornô filme do Rio São Paulonovinho fodemdo a madrasta a forsax video . comCONTOS EROTICOS DE JARDINEIRO PIROCUDO COM MAE E FILHAScontos foderam minha caÇulacontos eroticos colega negão estuprando o novinho gaycontos velho bruto poe no cu sem avisarmulequinhos punetandotitio safadão mim encoxou dormindo contos gaynovinha loira nao aguenta no anal e ped pa parramulher enraba seu marido bi com dildo ggdepoimento de mulheres q pegaram negao dopadovideo de prono doido com loiiraasComendo a garotinha contos eriticocontos eroticos dois machos chupando minhas tetas como bebes golusosacabei transando.com o namorado da minha filhaII casa dos contosporno demeno esfregano abuseta decasinha na rolaquero ver quero ver mulheres casadas velhas se masturbando debaixo do lençol bem gostoso e gemendo bem baixinho e g****** muitoeu casei virgem da minha buceta com meu marido ele nunca fez minha buceta sangra eu não sabia que minha buceta tinha hímen seu amigo fez minha buceta sangra conto eróticoNuas mamar maeputasConto erotico com penis pequenochupando buseta labefo pasda mso bocsvideo porno gosei dentro da bicetinha da minhaatrasdacasada com o cu desmanteladodocenandanossa essa novinha marcando ojens cim um bucetaoirmao pega irma novinha xvideosfamilia sacananegao grande forte pelado com a bola furaporno gey contos eroticos tirando virgindade de menininhos novinhosgaroto batendo punheta e bolas balancando pornodoidoconto erotico trai meu noivo a noite toda na vespera do casanentoxvideofiumepornomeninas do ceara gritano dano cufilmepotnouxvideos morritoecontos eroticos de mai traindo eafinha espiando escondidacontos eróticos de i****** avô e avó casal junto ensinando netinha f****xvideos de puto corneteira caseiracumendo o cuzinho da sua enteada noivinha em xvidios caseirocumeo cu abuçeta da irma gostosa bundudaConto erotico gay na balada gls dei para doiscoroas ponheteiras e chuponasarrumance comigoandando bem devagarinho E aproveitando que minha irmã está pelad bota pau no cu dela YouTubeboquinha lizinha vidiocamioneiro fodendo a esposa do colega no caminhaocontos eroticos mamaram minha namoradacontos eiroticos leilaporncontos eroticos de comedores gozando dentro da esposaComi o cu de duas irmas novinhas conto eroticoXVídeos gay com truculênciacontos sinhozinho mamou meu grelinhocunhas de mini saia safadasvoyeur cunhadapeqeu minha coinhada trocamno a roupa cexicontos deu o cu para o cachorraporno novinha foi cariciada na escola contosMeus amigos me foderam bebada contosvideos com meninas desflorando sua vuceta pela primeira vezcontos eroticos fui seduzido pela vizinhazoofilia com cadela no pri mero cioxvideo negao esfregando uma pica ezajeradaQERO VE COMO EO PRIQITO PODETOso sorubinha com elas filha da putaemcoxando a novinha de sches e saiaPorno idora com boca e cu cheios de esporracontos meu sogrobêbada contos eróticoscontos primeiro menage rolou ate dpyahoo dei pro meu sobrinho novinho sou casadaconto erotico gay branco dominador gosta de maltratar viado pretocontos fantasias anal pinto monstrocorpao cross friksMulhedoida.pra.goza.cpm.pau.nocuvideos de meninobotando o pau duro na bocaAssistir filme porno pelowhat saapcagando e socando manteiga no cuXvideos mlheres com a buceta pegando fogo de vontade de da buceta pra mendigo sujoad bucetad mais petfeitas do mundotio seu pau nãovai caber na minha buceapopa.da.bundagozaDesabafo de uma mae cap Vespiando sebastiana tomar banho contos eróticosconto erotico gay sem saber eu fui feminizadofilme porno das pantera meu tio foi passar um fim de cemana na minha casanegona dizendo no cu nao