MINHA ESPOSA USADA POR TRÊS NEGROS (an american tale)

Um conto erótico de guido
Categoria: Heterossexual
Data: 16/06/2013 13:07:15
Nota 9.75

MINHA ESPOSA USADA POR TRÊS NEGROS (an american tale)

Depois de tentar por muito tempo convencer minha esposa a fazer um menage, finalmente eu consegui ter sucesso!

Sabendo muito bem que James, um colega meu de trabalho, era atraído pela minha esposa, logo no dia seguinte fiz a proposta para ele. James é negro, e ansiosamente concordou, e logo organizamos um jantar para a noite seguinte.

Quando eu revelei os arranjos para minha esposa, ela tornou-se muito nervosa e animada ao mesmo tempo. Ela estava extremamente excitada e agressiva quando fodemos naquela noite, enquanto eu repetidamente enfatizava o tamanho do pau de James para ela.

No dia seguinte, minha esposa estava agitada sobre o que vestir para o jantar, antes de se estabelecer em um vestido preto de lycra que eu tinha comprado recentemente. Ele apertava cada curva do seu corpo, e era tão curto que mal cobria suas coxas, enquanto ele mostrava suas pernas longas. O top era ainda mais impressionante, com um profundo decote. Para minha surpresa, ela ficou sem sutiã durante a noite e podia-se ver o contorno dos seus mamilos através do tecido fino.

James chegou em torno de 18:00 e conversamos um pouco, tomando algumas bebidas antes de sair para jantar. Minha esposa estava muito nervosa, pois continuava bebendo e evitando o contato visual com James. No momento em que decidimos sair, todo o seu rosto estava vermelho.

Chegando ao restaurante, fomos levados a um assento em forma de "U" situado em um canto escuro. Permitimos a minha esposa deslizar para dentro, ocupando posição no final da mesa.

James e eu seguimos depois, situando-nos um a cada lado da minha esposa na cabine. No início, era mais do mesmo, brincadeiras durante o jantar. Mas à medida que a noite avançava, minha esposa começou a se soltar depois de mais algumas bebidas e a flertar com James, enquanto se aconchegavam mais e mais perto um do outro na cabine. Para deixa-los mais a vontade, pedi licença para ir ao banheiro por mais de uma vez, demorando mais do que o necessário, e tendo certeza de que esses minutos preciosos estavam sendo bem aproveitados pelos dois pombinhos. As coisas estavam andando satisfatoriamente bem para mim, por vezes até me surpreendendo. Ao voltar e me sentar, eu já podia ver facilmente a mão de James acariciando as coxas da minha esposa através do vestido curto, enquanto minha esposa, embriagada, descansava a cabeça em seu ombro. James me olhou e piscou, com cara de safado. Não tive mais dúvidas, meu sonho iria ser realizado, naquela noite. Eu tenho certeza que James e minha esposa teriam fodido ali mesmo, se não estivéssemos em um restaurante lotado.

Não tendo costume de beber, no final do nosso jantar minha esposa estava muito embriagada, e ainda eram 22:00. Solicitando as chaves do carro, James indicou que iria esperar por nós no carro enquanto eu acompanhava minha esposa bêbada ao banheiro e depois ao estacionamento. Ao chegar no carro, percebi que James já estava sentado no banco de trás. Ele fez um gesto para me ajudar a conduzir minha esposa ao banco de trás, passando por trás do banco do passageiro da frente, e vi que ele havia rebatido o banco do passageiro da frente, deslizando-o todo para a frente. Depois de acomodar a minha esposa ao lado de James na parte de trás, assumi o banco do motorista, que também havia sido deslocado para a frente. "Espero que haja espaço suficiente para você ai na frente. Após deixar o estacionamento, apenas dirija sem rumo enquanto eu mostro alguns mimos para sua esposa... ", James disse-me, abraçando minha mulher pela cintura. Meu colega estava assumindo sua postura de amante rapidamente, só me restou apreciar sua atitude, e sem sequer consultar minha esposa, obedeci.

Ajustei o meu retrovisor para capturar toda a ação na parte de trás, e segui por um trecho calmo que eu conhecia, muito lentamente. Enquanto dirigia, eu podia ver minha esposa e James se beijando, enquanto suas mãos exploravam uns aos outros. A mão de James já estava entre as pernas da minha esposa, esfregando sua buceta quente, enquanto a outra mão acariciava seus seios através do vestido. Por outro lado, minha esposa estava acariciando a virilha dele através de suas calças, enquanto tentava desatar o cinto.

Muito feliz pelo rápido progresso deles, voltei minha atenção para a estrada. Depois de mais algum tempo, eu comecei a ouvir barulhos “slurping” vindos da parte de trás. Verificando o espelho retrovisor de novo, vi que minha esposa estava agora ajoelhada na frente de James, deleitando-se no seu longo eixo, brilhando-o com a sua saliva. Vendo que eu estava verificando a ação, James imediatamente me deu um largo sorriso e disse: "Sua esposa é uma das poucas garotas que é capaz de engolir todo o comprimento do meu pau. Ela é uma bela chupadora! Você deve ficar orgulhoso disso!"

Com isso, ele agarrou a parte de trás da cabeça minha esposa e começou a foder o rosto dela com seu enorme pau, enquanto minha esposa soltava gemidos abafados. Isso durou cerca de dez minutos, até que eu ouvi James gritando em voz alta e despejando sua carga de esperma na boca da minha esposa. Através do retrovisor, eu podia ver as mãos de James segurando firmemente a cabeça da minha mulher no lugar, enquanto gozava. Minha esposa engoliu tudo ansiosamente. Ciente de que a minha mulher engoliu cada gota de seu esperma, James soltou sua cabeça e recompôs suas calças.

Gesticulando para eu encostar, ele então saiu do carro e trocou de posição comigo. Com James dirigindo ao longo da estrada tranquila, eu logo estava sentado no banco de trás apreciando o serviço oral da minha esposa. Eu não sei por que, mas minha esposa parecia ansiosa, praticamente sugando o esperma para fora de mim. Assim que eu também liberei a minha carga dentro da sua boca, James parou o carro em um estacionamento isolado. Trocando de posição de novo, James voltou para o banco de trás, enquanto eu me deslocava para o banco do motorista. Fazendo minha esposa deitar-se, e abrindo suas pernas, ele levantou o vestido dela e rapidamente removeu a calcinha da minha esposa e atirou-a para mim.

Ao olhar para baixo, para a intimidade exposta da minha esposa, percebi que sua buceta já estava molhada, brilhando como seus sucos. James passou a dedilhar minha esposa enquanto deslizava o top de seu vestido para baixo para chupar seus seios firmes. Ciente de que minha esposa estava agora molhada o suficiente, James abriu suas calças para exibir o pinto duro aos nossos olhos, e em seguida começar a enchê-lo na boceta da minha esposa. Lubrificando-o com os sucos de minha esposa em primeiro lugar, James conseguiu enfiar inicialmente apenas um terço do seu eixo grosso dentro dela, enquanto ela gemia, resignada. Permitindo a minha esposa se ajustar a sua grossura, James começou a suavemente inserir o resto do seu pau dentro dela, até que ele finalmente sentiu suas bolas esmagadas contra a bunda dela. Fixando as pernas dela para trás, James começou a estocar minha esposa.

O carro inteiro estava cheio dos sons dos gemidos da minha esposa e do barulho molhado da sua boceta pelos próximos 30 minutos, enquanto James conduzia minha esposa para um orgasmo após o outro. Finalmente, eu podia ver James ficando tenso, quando ele fez um impulso final para a minha esposa antes de atirar jato após jato de esperma em seu interior. Depois de permanecer alojado em minha esposa por aproximadamente 5 minutos, James finalmente saiu e eu pude ver sua boceta. Estava um buraco aberto e escancarado, de onde escorria o esperma dele.

Nesse momento, meu pau já estava duro como uma rocha novamente, apenas por ter visto minha esposa sendo usada por um homem negro. Quando James saiu do carro para dar uma pausa para o cigarro, eu imediatamente pulei no banco de trás e tirei minhas calças. Com a boceta da minha esposa molhada e já aberta por James, eu fui capaz de facilmente afundar o meu pau em seu buraco. Foi muito excitante sentir a mistura da porra de James com os sucos da minha esposa na boceta dela, quando eu entrei nela. Além disso, minha esposa ficava me dizendo o quanto ela adorou ser fodida pelo pau grande de James e perguntando também se eu gostei de assistir. Não demorou muito para eu gozar pela segunda vez, adicionando a minha porra com a do James dentro da boceta da minha esposa.

Totalmente exausto depois de duas gozadas na mesma noite, eu pensei que seria o bastante para aquela noite, enquanto voltava para o banco do motorista, deixando minha esposa no banco de trás, ainda tocando-se.

Aparentemente, James ainda tinha muito mais a oferecer, pois voltou para a parte de trás ao lado da minha esposa, ostentando uma nova ereção. Minha esposa o recebeu com um sorriso e removeu as mãos da sua boceta, para James empurrar o seu pau duro nela novamente. Uma vez totalmente dentro, James começou a bombear lentamente e sensualmente pela próxima meia hora, fazendo-a gozar várias outras vezes. Após isso, ele ajudou-a a levantar-se e pegou ela por trás por mais meia hora, antes de finalmente gozar novamente.

Depois de ter satisfeito o seu apetite sexual, James descansou com minha esposa no banco de trás enquanto eu dirigia mundo afora. Deixando James primeiro em sua casa, eu perguntei a minha esposa se ela gostaria de experimentá-lo novamente no futuro, no que ela concordou prontamente.

Depois do nosso primeiro encontro, minha esposa estava ansiosa para eu organizar outra sessão. James igualmente, estava cheio de elogios para a minha esposa. Complementando como minha esposa era sexy e como sentiu a buceta suculenta dela ao redor de seu pênis. Ele estava tão ansioso para ficarem juntos de novo, sempre trazendo o assunto a tona no nosso trabalho, ao longo dos próximos dias. Até que um dia, James me puxou de lado para discutir o nosso próximo encontro. Ele havia contado a alguns de seus amigos sobre sua noite com minha esposa, e agora eles queriam um pouco de ação também. Seus amigos eram negros como ele, e muito bem dotados, com base na descrição de James. Embora eu tenha fantasiado sobre a minha esposa ficar com ele e outros homens negros, eu também nao estava muito certo de que ela iria concordar.

No entanto, James tinha um plano para obter seus amigos em ação. Portanto, combinamos de nos reunir na casa de James durante o fim de semana para uma nova sessão de sexo.

Minha esposa mal conseguiu conter a excitação, quando eu contei a ela sobre nossos arranjos. Desconhecido para a minha esposa, no entanto, era que tínhamos muito mais coisas prontas para ela. Ao chegar no apartamento de James na sexta-feira à noite, nosso anfitrião rapidamente lhe ofereceu um copo de vinho, enquanto eu tomava uma cerveja.

Apesar de já ter feito isso antes, minha esposa ainda parecia muito nervosa, esvaziando rapidamente o copo. Quando James se inclinou para encher seu copo novamente, ele me atirou uma piscadela para indicar que as coisas estavam indo como planejado. Bebendo seu segundo copo de vinho, minha esposa logo estava mais alegre, sem sequer imaginar que dois dos amigos de James (David e Umu) estavam escondidos em outro quarto esperando ansiosamente para entrar na brincadeira.

Sentindo-se mais relaxada depois de beber mais dois copos de vinho, minha esposa começou a aconchegar-se perto de James, que estava sentado ao seu lado no sofá. Enquanto suas mãos acariciavam as coxas da minha esposa, James sugeriu que fumássemos alguma erva antes de subir para seu quarto. No pouco tempo que ele foi embora, minha esposa tinha esvaziado mais um copo de vinho, e seu rosto estava queimando. Ao voltar para seu assento ao lado de minha esposa, James acendeu o baseado e tragou, expirando o fumo na boca da minha esposa enquanto a beijava. Ele repetiu isso várias vezes antes de trazer o baseado até sua boca. Até então, minha esposa estava começando a sentir os efeitos da maconha, e estava rindo como uma menina. Com um olhar vago e bêbado em seu rosto, minha esposa deu algumas tragadas mais profundas antes de se sentar no sofá, rindo de tudo. Sentindo que o momento era propício, James levantou minha esposa do sofá e levou-a para o seu quarto enquanto eu animadamente segui atrás.

Como planejado, o quarto estava quase completamente escuro, com as cortinas fechadas e as luzes apagadas. Apenas uma luz fraca vinha de fora da janela, através da pequena abertura entre as cortinas, o que nos ajudou a andar ao redor do quarto.

Com minha esposa rindo de tudo deitada em sua cama, James então começou a retirar o vestido que ela estava usando, sem sutiã nem calcinha. Enterrando a cabeça entre suas pernas abertas, James começou a lamber a buceta da minha esposa, transformando rapidamente o riso dela em gemidos de prazer. Nesse meio tempo, eu escalei a cama e ajoelhei-me na frente da minha esposa, alimentando-a com o meu pau duro.

Especialista em lamber buceta, não demorou muito para que James tivesse a minha mulher gozando pela primeira vez naquela noite, quando seu corpo começou a se debater. James habilmente atacou a boceta da minha esposa pelos próximos 15 minutos ou mais, levando-a a orgasmos múltiplos, e fazendo seus sucos fluirem livremente. Durante todo esse tempo, eu estava tentando não gozar enquanto desfrutava do boquete da minha esposa.

Tendo usufruído o suficiente da boceta suculenta da minha esposa, James se levantou e me deu um tapinha no ombro para sinalizar a implementação da próxima etapa do nosso plano. Recebendo a sugestão de James, eu me reposicionei para cobrir totalmente o rosto da minha esposa com a minha virilha, enquanto James saiu do quarto. Ainda se recuperando de seus orgasmos e estando drogada, minha esposa parecia alheia a ausência de James enquanto avidamente engolia meu pau. Mantendo sua cabeça na mesma posição, fiz minha esposa chupar minhas bolas enquanto eu bloqueava a sua visão. Apreciando o banho de língua que minhas bolas estavam recebendo, não demorou muito para que eu sentisse a porta do quarto sendo aberta e virei minha cabeça para ver o amigo africano de James (Umu) entrar no quarto. Completamente nu, Umu ostentava um furioso pau duro na luz fraca, seu eixo preto parecia bastante similar em tamanho e comprimento ao do James.

Piscando um largo sorriso para mim, Umu tomou posição entre as pernas da minha esposa. Era o momento da verdade. Enquanto Umu estava esfregando a cabeça do pau na boceta suculenta da minha esposa para obtê-lo lubrificado, eu estava examinando de perto as reações dela para ver se ela tinha percebido algo errado. Para meu alívio, minha esposa apenas continuou chupando minhas bolas com um olhar sonhador em seus olhos. E ao ouvir seus gemidos abafados de prazer, eu me virei lentamente para ver Umu inserir seu pênis ereto na boceta da minha esposa, e todas as dúvidas que eu tinha sobre se o plano de James funcionaria, simplesmente desapareceram. Em seu estado drogado de nebulosidade, minha esposa não pareceu reconhecer que um pau diferente do de James estava abrindo caminho em sua boceta molhada.

Nossos planos tinham funcionado. Aparentemente, James havia conseguido aplicar um golpe similar a este em sua ex-namorada, juntamente com um grupo de seus “irmãos” da faculdade. Mentindo para ela que todos os seus “irmãos”, com os quais ele partilhava a casa, estavam fora da cidade no fim de semana, James conseguiu convencer sua ex a vir passar o fim de semana com ele, e fazerem muito sexo. Desconhecido para ela, claro, os “irmãos” estavam escondidos em seus quartos, à espera do sinal de James para participar da diversão. Depois de encher sua ex com álcool e maconha, James começou o primeiro turno de trepadas, antes de deixar o quarto para avisar a seus irmãos da faculdade. Um por um, seus irmãos se revezaram com sua namorada, sem ela sequer pestanejar. O truque era simples, a cada 2 horas mais ou menos, mais álcool e maconha eram dadas e ela, para mantê-la em um estado confuso. Para encurtar a história, todos os irmãos de James conheceram sua namorada intimamente até o final de semana acabar, e ela nunca teve a menor ideia sobre o que realmente aconteceu.

Sendo assim, voltando para a minha esposa: Tendo sido atendido pela minha esposa por via oral durante quase meia hora, eu estava muito perto de gozar. Decidir ejacular dentro da sua boca, e tirando minhas bolas da sua boca, comecei a foder sua boca até finalmente inundar a sua garganta com a minha semente. Satisfeito por agora, fui para fora da cama e fiquei de lado para assistir Umu e minha esposa em ação. Estando já lubrificado com os sucos da boceta da minha esposa, Umu deixou escapar a ponta de sua vara grossa, enquanto ela estava lá gemendo para "James" colocá-la de volta dentro dela. Parando um pouco para permitir a minha esposa se ajustar a sua grossura, Umu inseriu delicadamente o resto de seu pau dentro dela, até finalmente estar todo. Acomodando-se para elevar os tornozelos da minha esposa, Umu então abriu as pernas dela em um grande "V" e começou a bombear seu pênis dentro e fora da buceta lisa. Pela próxima meia hora, tudo que você poderia ouvir no quarto eram os gemidos da minha esposa e os ruídos molhados de seu acasalamento, quando diante dos meus olhos Umu levava minha esposa a vários clímax. Depois de conseguir um último mergulho em sua boceta, Umu ficou dentro da minha esposa por um momento, despejando o seu esperma na sua intimidade profunda, antes de finalmente sair de seu buraco desbravado.

Soltando os tornozelos da minha esposa, Umu virou-se para sair do quarto, piscando o mesmo sorriso largo para mim. Fechando a porta atrás de si, fiquei a vontade para ver a minha esposa semi-inconsciente, e o esperma de Umu escorrendo para fora da sua boceta bem fodida, enquanto ela relaxava imóvel, deitada na cama com as pernas abertas. Como se estivesse sonhando, minha esposa implorava ao "James” por mais, alheia ao fato de que foi Umu quem tinha acabado de deixar sua boceta cheia de porra. Ajoelhando-me entre as pernas da minha esposa para um olhar mais atento no seu buraco gotejante, eu não consegui segurar o meu desejo, quando mergulhei direto na festa de creme que Umu tinha feito, trazendo de volta outros gemidos de satisfação da minha esposa, enquanto eu devotadamente lambi e suguei os sucos que vazavam abundantemente da sua vulva.

Sentindo uma outra presença no quarto, eu levantei minha cabeça para confirmar que o outro amigo de James (David) entrara no quarto. Ele fez sinal para eu continuar, enquanto subiu na cama e ajoelhou-se na frente do rosto da minha esposa, enquanto acariciava a sua rígida ereção. Curioso para ver o que acontecia, eu levei mais um tempo chupando a boceta da minha esposa e parei ao lado da cama para observar. Olhando amorosamente para o pau enorme de David com seus olhos nebulosos, minha esposa começou a acariciar sua ferramenta grossa com ambas as mãos. "Oh James! Adoro chupar o seu grande pau preto... deixe-me chupa-lo, por favor...." gemeu minha esposa enquanto engolia a cabeçorra com a boca.

Totalmente satisfeito que minha esposa estava bastante confusa com tanta maconha e álcool, e incapaz de reconhecer o rosto estranho do novo parceiro, retomei a minha posição entre suas pernas e, feliz, comi o resto do creme suculento.

Nesse meio tempo, eu podia ouvir os gemidos abafados de prazer da minha esposa enquanto ela festejava o eixo preto do David, lambendo cada centímetro dele com a língua. Após cerca de 15 minutos de ter seu pau chupado pela minha esposa, David estava pronto para a ação, e saiu da cama, me dando um tapinha no ombro.

Contente por saber que eu tinha limpado bem a buceta da minha esposa, levantei-me e dei um passo para o lado, abrindo espaço para David assumir o controle da boceta da minha esposa. Tendo sido muito bem aberta pelo pau do Umu anteriormente, não demorou muito para David deslizar sua cabeçorra na fenda molhada da minha esposa.

David não mostrou misericórdia, e empurrou toda a extensão de sua enorme ferramenta pela minha esposa adentro, batendo na bunda dela com suas bolas. Abrindo as pernas dela ao máximo, David violentamente bombeava seu pênis dentro e fora da vagina da minha esposa enquanto ela continuou gritando para "James" lhe foder mais. Isso pareceu estimular David ainda mais, pois ele meteu na minha esposa com todo o seu poder, deixando o quarto cheio de sons de seus corpos batendo um contra o outro. De onde eu estava, eu poderia dizer que tanto David e minha esposa estavam perto de gozar, pelos seus rostos tensos de emoção. Com uma estocada final na minha esposa, David deu um gemido alto, caindo em cima do corpo da minha mulher, contorcendo-se antes de disparar a semente da sua descendência. Quase instantaneamente, minha esposa gozou também, gritando para "James" gozar dentro dela, enquanto enrrolava suas pernas em torno da cintura de David para puxá-lo mais fundo.

Após um minuto para recuperar o fôlego, com seu pênis ainda firmemente alojado na boceta da minha esposa em espasmos, David finalmente ficou de pé, dando-me o polegar para cima ao sair do quarto.

Enquanto isso, minha esposa estava caída na cama, quase inconsciente após mais esse orgasmo. Momentos depois de David partir, James estava de volta novamente, desta vez com um copo de vinho e um baseado iluminando suas mãos. "Hora da sua esposa tomar o remédio", brincou ele enquanto se juntava a minha esposa na cama, alimentando-a com mais álcool e drogas. Tendo tido assistido o bastante, decidi fazer uma pausa enquanto me dirigia para fora do quarto, deixando James a ter a sua vez com minha esposa puta.

Juntando-me a David e Umu na sala de estar, começamos a conversar tomando uma cerveja enquanto assistíamos a um vídeo pornô de gangbang com negros. Mais efeitos sonoros vinham do quarto enquanto James e minha esposa desfrutavam da sua cópula, a julgar pela série de altos gemidos e suspiros do ambos. E cada vez que um longo gemido era ouvido vindo da minha esposa, todos sorríamos um para o outro, sabendo muito bem que James a tinha levado a mais um clímax.

A mistura de tudo isso, a emoção do quarto, e mais o vídeo, despertaram o apetite sexual de Umu, pois o pau dele começou a ficar duro novamente. Suavemente acariciando sua ereção, Umu ficou olhando para a porta do quarto para verificar se James saia por ela, para que ele pudesse ter uma segunda chance com a minha esposa. Não demorou muito para Umu mostrar um longo sorriso, quando um último gemido foi emitido a partir dos ocupantes do quarto. Vendo a porta do quarto ligeiramente sendo aberta, Umu estava de pé em segundos. E, logo depois de James saiu do quarto, Umu correu e fechou a porta atrás dele.

Quase imediatamente, podíamos ouvir minha mulher gritando de prazer novamente enquanto os sons familiares de corpos batendo foram retomados. O ciclo se repetiu durante o resto da noite até cerca de cinco horas na manhã, após todos nós voltarmos várias vezes a foder minha esposa.

No final, a boceta da minha esposa estava tão bagunçada que o meu pau de tamanho médio quase não sentia nada quando entrava nela, por isso optei por foder sua boca.

David e Umu estavam tão exaustos que apenas voltaram para casa, para dormir.

Dormimos até cerca do horário de almoço, até a fome despertar-nos do nosso descanso, James e eu nos revezamos no banheiro antes de ir para a cozinha para arrumar um almoço.

Enquanto isso, minha esposa ainda estava em um sono profundo enquanto seu corpo se recuperava da surra da noite passada. Estávamos no meio da nossa refeição, quando minha esposa saiu do quarto, um pouco mais revigorada depois de um banho quente. Vestindo apenas uma das camisas dos Lakers de James, minha esposa se juntou a nós na mesa. Dando um beijo em cada uma de nossas testas quando se sentou, minha esposa comentou sobre o quão boa tinha sido a sessão da noite anterior, ainda que sentisse sua boceta como se tivesse sido usada por um exército. Dando um soco brincalhão em James, minha esposa o acusou de ter acumulado as suas cargas por um longo tempo, pois o esperma estava literalmente saindo dela como um rio, enquanto ela estava tomando banho.

Nós praticamente não fizemos nada pelo resto da tarde, a não ser relaxarmos no sofá assistindo TV. Ocasionalmente, James colocava a mão na sua camisa grande que minha esposa estava usando, para sentir seus peitos e bunda.

Às 5 da tarde, decidimos nos preparar para o jantar semanal de família na minha casa. Ironicamente, eu convidei James para o jantar, maravilhando-me com o pensamento de meus pais apertando as mãos do homem negro que horas antes estava fodendo sua nora.

Como de costume, eu e James ficamos pronto e sentamos na cama esperando por minha esposa. Colocando um vestido rosa que apertava com força cada curva de seu corpo sexy, minha esposa passou a deslizar sobre um par de calcinha rosa e meia-calça antes de ir para o banheiro para colocar a maquiagem.

A julgar pela protuberância nas calças de James, eu poderia dizer que ele gostou do que viu, e logo ele se levantou para se juntar a minha esposa no banheiro. Ajustando a minha posição na cama, eu podia ver James parado bem atrás da minha esposa, começando a acariciar gentilmente as bochechas da bunda dela através do vestido antes de virá-la para encará-lo. Fazendo uma débil tentativa de afastá-lo, minha mulher simplesmente deu um beijo brincalhão na mão de James, observando que iríamos nos atrasar para o jantar, o que entretanto não pareceu detê-lo. Levantando seu vestido até a cintura, James elevou minha esposa na pia do banheiro e se ajoelhou na frente dela, tirando fora sua meia-calça e calcinha. Acomodando sua cabeça entre as pernas entreabertas da minha esposa, James começou a chupá-la, sua língua lambia avidamente a vagina exposta.

Sucumbindo aos seus avanços, minha esposa abriu as pernas ainda mais, arqueando os quadris para a frente, permitindo que a língua de James se aprofundasse em seu interior. Não demorou muito para James subir de volta para desabotoar suas calças, desencadeando a ereção poderosa. Esfregando a cabeça do pau ao longo da fenda molhada da minha esposa, James não perdeu tempo em empurrar seu membro preto na boceta da minha esposa. Uma vez dentro da minha esposa, James levantou-a na pia enquanto ela embrulhava suas pernas ao redor da cintura dele. Fixando o corpo dela contra a parede, James começou a ritmicamente bombear minha esposa enquanto ela se contorcia em seu pau por uns bons 15 minutos, antes de receber uma nova carga de esperma em sua boceta.

Quando acabaram, já estávamos atrasados para o nosso jantar de confraternização, minha esposa apressadamente vestiu sua roupa e todos corremos para a porta. Ao longo de todo o percurso para a casa dos meus pais, minha esposa estava reclamando que o esperma de James estava vazando da sua boceta molhada. James e eu demos uma gargalhada ao ouvir esses comentários, e eu descaradamente sugeri que ela apertasse as pernas bem fechadas para evitar que mais esperma fluisse para fora.

O jantar aconteceu sem intercorrências, além da habitual sessão de gentilezas, quando eu me ocupava de apresentar James para todos os meus parentes. Minha avó comentou o fato de minha esposa estar se contorcendo em seu assento durante o jantar, minha esposa atribuiu isso ao seu vestido um pouco apertado.

Desconhecido para todos os meus parentes, é claro, a verdadeira razão por trás disso era que minha esposa se contorcendo porque estava lutando para impedir que a semente de James escorresse para fora de seu buraco recém-fodido.

Sendo os únicos a saberem do seu pequeno segredo, James e eu erguemos nossos copos para minha esposa, sorrindo descaradamente para ela enquanto bebíamos nosso vinho.

Depois de mais um tempo, conversando e fofocando com toda a minha família, James e eu decidimos ir para o nosso "compromisso" com David e Umu e nos despedimos dos meus parentes.

Ao voltar para o apartamento de James, houve praticamente uma repetição dos últimos eventos noturnos. Com David e Umu já demarcados no quarto de hóspedes, minha esposa foi alimentada com mais álcool e maconha. Uma vez que ela estava bastante atordoada, a verdadeira festa começou, com cada um de nós se revezando para desfrutar do seu corpo pela segunda noite consecutiva. Escusado será dizer que todos nós quatro saciamos nosso desejo em minha esposa novamente.

Na manhã seguinte, eu tive de sacudir a minha esposa em frangalhos até acorda-la, para que pudéssemos ir para nossa casa.

No total, eu acho que minha esposa tinha sido fodida aproximadamente 40 vezes durante esse fim de semana. Sua boceta estava tão dolorida que ela tinha de andar com as pernas abertas no dia seguinte.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
16/06/2013 23:49:21
Eu tbem gosto mais de chifres que transar com minha esposa...so falta os negrões...ótimo.
16/06/2013 15:59:59
Não há nada para se assombrar. Uma delicia de conto. Antes fosse eu, tirando a droga e álcool, mas é claro Incluindo os tres negrões. Que tesão! Leia, vote e comente os meus. Vai ver que eu e minha mãe fazemos o mesmo e até melhor, sem ninguem forçar, querido! Adorei. Beijo babado, Guido. Espero sua visitinha, tá?
16/06/2013 15:06:49
Meu Deus! Que louca. Sexo, drogas e muito esperma. Não sei como não desconfiou que foi táo usada. E pelomque vi de sua coleção de contos vc poderia se chamar de Senhor Corno. O Sr. Adora mais os chifres que transar com sua esposa. Difrente, mas excitante. Nossa. 10. Muito bem escrito.

Online porn video at mobile phone


titio carinhoso com a sobrinha safadinhacontos fui arromnada e estpu semdo pelo igo do meu maridocontos eiroticos leilapornCONTOS DE SEXO INCEST IRMÃO BAJULANDO IRMAZINHAcontos eróticos brincando cometi o incestosexybemmaisfodas narradas grannyfiume porno garoto senti tezao pela crentinhaconto erotico gay negao dominador gosta de maltratar viado brancovidio porno piqueno conhadaposo enchuga o meu priquitomeniina lavano abuctadezejo ver corpo nua de uma mulher que nuca teve sexo riandragoon contosensinando minha enteada conduzir contos eroticoso primeiro amasso a gente nunca esquececontos herotico fineche por peido e cucontos de incesto filho arma um sequestro pra mae rabudacontos eroticos de negoes e ninfetos forçado100foto cu e grelo peladacontos eroticos animado tio dormindo mas sobrinhacontos eroticos adoro quando minha esposa si ezibi pra outro quase peladachantagiei a colega de trabalho e comi ela contosvideo do palaso quemoziPeitao bicudo sendo chupado ebucetinha molhando search sexoSou coroa casada os mulekes rasgaram minha calcinhaexvidio irmao com irmanOvelho fazedosexobucetao preto babando muito líquidoViadinho Aieee Contos Eroticoscontos gay femea do irmaoquero ver pênis de homem buceta de mulher vídeo de safadeza unha sendo mortoconto erotico gay negao dominador gosta de maltratar viado brancominha esposa saiu comigo sem calcinha so pra me provocar meus amigosFui inciada pelo amigo do meu pai contos eroticosfilme porno com lesbica se chupando e gemendo nuito grAtis pra assistirnovinha: dei pro meu irmao roludo depois que flagrei minha mae fando pro meu pai na sala contosquero ouvir contos eróticos bem gostoso com freira no conventocasada sequestrada e estuprada na lua de mel pornoConto erotico com foto meu pinto e pequeno minha vizinha do sitio ao lado tem a bucetona peluda o marido dela e broxapadrasto histórico Zinho da enteada XVídeoscoroa emsaboando a rola durave o saco grandexnnx pai fudendo a intrigada.no sonoConto erotico despedida de solteira da esposaminha esposa me falou q quer sentir outro pau na sua bucetasacanadas vidios fodascasada qui aforao pauzudoContos de papai e mamae sempre examina minha xotaFiquei toda arregaçada com o pedreirohistorias olaine de comtos encantadosxnxx porno gey contos eroticos novinho pegando priminho no riachocontos eroticos malv comendo as interesseirahistorias de madrasta safadas com enteadocontos etoticos patroa loira empregado negao com fotosPetreky porngostosas chupando barman na festacontos eiroticos leilapornhem lavando a rolamulheres tocam siririca com a calçinhadentro. da bucetaporno família favelaponodoidosogrodepilaçãofudendoporno pasto convinando irmao a nao fude irmamorena dos lábios carnudos e do rabetão xvideo.comhome gozando cachara zoofeliapornoporno tia mim da seu celula para mim ver olha oqui eu. ajeiconto de genro que seduziu sogra casada e virou amanteloira linda com mastro monstruosocontos eiroticos leilapornXvideo chupou o eletricista e tomou choqueprono doido morena predendo a gividade escadaloContos picantes ainda virgem fui abusada por um entregador velhonovinha gostosa chupando até gozar na sexta-feira mas ainda continua na mãomulhe toma uma ponbada na buseta que não tava nem esperando