O 1º anal da ninfeta religiosa

Um conto erótico de Pafer
Categoria: Heterossexual
Data: 05/02/2006 01:10:37
Nota 10.00
Assuntos: Heterossexual, Anal

Isto aconteceu há seis anos atrás quando eu tinha quinze aninhos e meu corpo ainda estava em plena adolescência. As pessoas me diziam que eu era a sósia do modelo Lívia de Andrade, aquela do programa do S. Malandro. Na época isto me aborrecia muito, pois a imagem dela era pejorativa pra mim. Eu, pode se dizer, era a típica cu-de-ferro. Sempre com o cabelo preso, de óculos e religiosa ao extremo, assim como toda minha família. Éramos católicos carismáticos. O cuidado com o comportamento diante das pessoas, a disciplina escolar e religiosa, e com a higiene pessoal, seguiam normas que não eram para serem nunca ignoradas. Por exemplo: sempre que pudesse se escovasse os dentes após qualquer refeição, mesmo um simples sanduíche, banhos diários e o mais importante, ao final das necessidades fisiológicas, sempre se ensaboar e lavar com água, retirando com as pontas dos dedos qualquer resíduo. Até hoje faço assim. Portanto foi assim que o chefe do meu pai encontrou meus órgãos sexuais seis anos atrás! Depois de se satisfazer e se babar todo me chupando o cuzinho e a xaninha feito louco, me fazendo gozar também como louca, ele me posicionou sentada no braço da poltrona onde minha iniciação sexual fora iniciada!! Apesar dos orgasmos, eu não queria ser desvirginada daquele jeito e com um homem que estava preste a colocar meu paizinho no olho da rua, além de ser uns trinta anos mais velhos que eu! Eu rezava a todos os santos e anjos que me ajudassem a me tirar dali, mas meu próprio corpo se negava a isso! Talvez, seja por isso, que eu me senti aliviada quando Dr. Rafer (este era seu nome), sussurrou no meu ouvido que ele não ia colocar o “apito de chamar anjos” dele na minha xaninha e sim na minha capelinha, ou seja no meu anus!! Ele apelidou sua torona de “apito de chamar anjos” porque ele me fizera chupá-la e por eu não conseguir ficar calada, murmurando a todo instante que algum anjo viesse me salvar! Acho que naquele momento os santos me ajudaram, pois minha virgindade fora preservada!! Assim contente por este milagre, era como se eu tivesse obtido permissão para fazer o resto que saciasse meu corpo!! Rafer me olhou num misto de surpresa e satisfação com aquela cara canalha que ele tinha, quando empalmei sua rolona e comecei a fazer exatamente igual a minha higiene pessoal após fazer cocô!! A ponta da sua glande arroxeada foi abrindo caminho no meu anelzinho rosado como se fosse meus dedo, e logo eu própria tinha posto mais da metade da cabeçorra dentro do meu cuzinho!! Eu sentia meu anelzinho se expandindo e isto me deixou um pouco apreensiva! Rafer carinhosamente me acariciava a xaninha e me beijando a nuca e minhas orelhas, ele me dizia carinhosamente palavras de incentivo.

-Larissa, minha santinha! Não se mexa ainda...Deixe o “apito” ir entrando...assim devagarzinho...isso!! Dê uma reboladinha...calma! vá rebolando suavemente...assim, meu anjinho...metade da procissão já está...na...capelinha...aahhh!! Gostosa!!! Vira mais o rostinho, santinha...issso...me dá tua...boquinha Larissinha...dá...dá...

Todo aquele sussurro me acendia como brasa ao vento!! Eu havia ouvido por horas e horas o quanto era pecaminoso este tipo de êxtase que agora eu estava sentindo. Lapsos de culpa passavam em minha mente e eu murmurava, nos intervalos dos beijos que Rafer me dava.

-Me perdoa, meu deus... me perdoa!! Me perdoa... por não evitar o que estou sentido...meu corpo não me deixa reagir...me castiga depois!!...agora eu...estou...gostando tanto!! AAhh, meu deusinho...

Creio que todos esses monólogos e o clima tremendamente erótico fez Rafer ejacular um rio de semem dentro de meu cuzinho guloso, antes de eu gozar!! Ele se acabou no meu cuzinho como um qualquer garanhão. Mesmo depois de alguns minutos, eu permanecia rebolando com seu pau dentro de mim em estado de pré-orgasmo, buscando o máximo de êxtase

Já estávamos assim há algum tempo quando nos assutamos com a voz vinda do interfone avisando que meu pai queria falar com Rafer! Por um momento olhávamos um pra cara do outro sem saber o que fazer! Então Rafer, ajeitando as idéias, respondeu ainda comigo engatada em sua maravilhosa rolona!!

-Vou atendê-lo dentro de quinze minutos!!

-Dr. Rafer, ele insiste que é urgente!! – continuava a voz vinda do aparelho.

Rafer enquanto retirava sua rola de meu cuzinho apontava a direção do banheiro, para que fossemos para lá. E assim que entramos e Rafer ia fechando a porta, meu pai adentrou abruptamente no escritório seguido da secretária que tentava impedi-lo!! Rafer sem abrir totalmente a porta e se deixando ver só parte de seu tronco e a cabeça o reprimiu.

-Que é isso, rapaz? Enloqueceu?

- Rafer (o alto escalão se tratava pelo primeiro nome) soube que minha filha veio procurá-lo e receio que ela tenha sido um pouco malcriada com você! Mas peço que você reconsidere tudo que ela disse... acho que toda esta situação...a abalou seu senso juvenil e...

-Não me enche o saco, Raul!! Você é um burro por confiar cegamente nas pessoas e nunca pensar nas conseqüências diretas e indiretas!!

Enquanto Rafer dava essa reprimenda em meu pai, eu em vez de me recompor, diabolicamente (eu ainda estava muito imbuída de senso religioso-pecaminoso) peguei a semi-endurecida vergona de Rafer com a mão direita e com a esquerda afastei pro lado a banda de minha bundinha...

- Além disso... já conversei com Telma a respeito... e estou decidindo o quê vou fazer!!

... e direcionei a cabeçorra para a boquinha de meu cuzinho ansioso!! Eu própria fui me encaixando naquela torona!! Quando metade da tora já fazia uma maravilhosa pressão dentro de meu anus, e segurei ambas as nádegas e as abri o máximo para sentir...

- No momento quero que você vá embora... e leve a sua filinha, que não foi tão rude assim!! Eu a mandei para... para...para o salão de recreio dos funcionários. Isso mesmo... para o salão de recreio!! Você deve encontrá-la lá! Agora me deixe...fazer o que... eu ... já tinha...começado!!

Meu pai disse um muito obrigado e se desculpando se retirou, com a secretária fechando a porta e lhe reprimindo.

_Dr. Rafer não pode nem ir ao banheiro!!!...

Enquanto meu pai ia saindo, Rafer ia entrando com toda extensão da rola em meu cuzinho!! Eu estava com os cotovelos apoiados na mesa do toalete vendo minha imagem de santinha do pau oco levando vara no cuzinho!! Atrás de mim, Rafer se deliciava com a expressão da minha bela carinha em êxtase e de vez em quando me puxando pelos cabelos me virava o rosto pra me beijar freneticamente, fazendo nossas salivas escorrerem pelos cantos de nossas bocas! Eu correspondia à tudo aquilo como já fosse um veterana em boquete e em dar o cuzinho!! Nada, nenhuma dor, nem coisa alguma agora seria capaz de interromper meu gozo!! Naquele momento não havia crença em deus, anjos, santos, comportamento, disciplina!! Nada!! Só havia a real sensação de um macho me abraçando por trás com sua rolona deslizando inteirinha dentro de meu cuzinho!! Ao me beijar mais uma vez, sinto Rafer explodir dentro de mim e seu urro ecoa ainda dentro da minha boca!!Eu chego também ao orgasmo. A coisa foi tão intensa de repente que eu levo um dos meus braços pra trás e enlaço a nuca de Rafer e com o outro braço alcanço uma das bandas da bunda dele e o seguro firmemente puxando de encontro a mim!! Gozo, gozo e gozo!! Meu esfíncter aperta com tanta força o pênis de Rafer que fica difícil eu rebolar devido ao retezamento de todos os meus músculos!! Quando meu próprio anelzinho começa a perder a força e aos poucos vai aliviando o aperto em volta da rolona, sinto o esperma que lentamente escorre pela rola de Rafer e ao redor de meu cuzinho, indo percorrer como um rio por minhas coxas abaixo! Não sei como, mas todo esses pensamentos e imagens fazem eu dar uma derradeira contração com meu esfíncter, curto mas forte aperto em volta da rolona daquele macho e ter outro orgasmo espontâneo e rápido, me fazendo desfalecer!!

Quando voltei a mim, Rafer tinha recomposto minhas roupas e passava uma toalha úmida em meu rosto.

-Bom, você é maravilhosa, Larissa santinha! Mas agora temos que administrar esta situação. Se arrume o mais rápido possível que eu vou chamar seu pai e faremos crer que vocês dois se desencontraram!!

Quando meu pai entrou na sala, me encontrou sentada na poltrona, bem penteada, com óculos, minha saia cobrindo até um pouco abaixo de meus joelinhos unidos e sem calcinha!!

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
j.a
27/08/2015 04:59:29
sem duvidas um dos melhores
Rick
14/02/2006 19:51:13
Se Nelson Rodrigues fosse vivo iria adorar. Parabéns!
Augusto
11/02/2006 15:49:11
Cara, toda vez que leio este conto fico com o cassete duro...
O Cara
07/02/2006 21:34:44
Santinha como ela ... isso jah faz 6 anos, hoje deve ser moh puta!
TACO
07/02/2006 20:19:30
já comi uma santinha como voce. é indescritível. Pricipalmente quando ela pede para repetir.
tatus21
05/02/2006 17:35:00
Olha foi ótimo, com certeza vou bater uma punheta por causa desse conto. Parabéns. Sempre quiz ver uma santinha da RCC levando no rabo, essa foi boa.
Falcon
05/02/2006 14:57:04
Engraçado Mr. Augusto, voce fala em seu comentario a respeito dos contos de baixo calao, mas no entanto voce nao deixa por menos em seu comentario usufruindo de palavras baixas, é certo que o conto encontra-se muito bem escrito, concordo plenamente quando diz que és um dos melhores por aqui publicados, mas nao me sinto a vontade em dizer suas baixezas. Concorda?
Augusto
05/02/2006 12:34:07
Este conto é tão bom que eu fui obrigado a lê-lo novamente. A autora está de parabéns! Acabei de tocar mais uma!
Edinho
05/02/2006 11:46:36
eu gostei muito mais poderia ser melhor se tivesse comido a buceta dela
Marujo
05/02/2006 10:32:33
Concordo em "gênero, número e grau" com o Augusto. Se o conto foi escrito por você, parabenizo-lhe e o incentivo a procurar escrever outros contos. Realmente foi muito bom, frente a maioria dos contos que or aqui aparecem.
Reginaldo Gadelha
05/02/2006 04:40:12
VC e o Pafer ou o Augusto ? Caraca cara, o conto ate que nao é ruim, mas sua tentativa de torna-lo excelente o fez perder o mérito
|Augusto
05/02/2006 01:53:18
Esse é, sem dúvida, um dos melhores contos que já li neste; um dos poucos que faz jus ao título de conto erótico, pois é excitante sem, no entanto, ser vulgar. Parabéns! Gostaria de ler outros contos como este, pois quem o escreveu possui bastante potencial... Meu caralho está latejando de tesão... Adorei!

Online porn video at mobile phone


vídeo pornô acontece que eu tava ouvindo agorinha cabeludocontoerotico eu,namorada, minha mae e tio jorgecontos eiroticos leilapornnovinha inosente foi da pra um pareseu tresmeninas nen tentacorre xvideoscoroas rabudas fortes de50anos negras dando de saia pro tiocontos eróticos viadinho chupou meu paufoi encochado por meu gerocontos metendo com mulher da igreja casadacontos eiroticos leilaporndownload esposa nao deixo por no peidorreiro porno amadoreu quero ver as feirense mais peladas dando e gemendo e gritando gostosovidios pono sohenteloira esposa enquanto marido dorme ela fica engatada no dog gigante e goza de dor contos eroticoscontos eiroticos leilapornconto gay o meu sonho de consumoContos vendo os cavalos treparem sexo Foderam a minha esposa por divida contoxvideos cm filha aproveita que o pai saiu e arrobo a madresta bem novinhapriquitinhos sentando se peno no pal grandeContos reais de sodomiavideos de sexo nora provoca sogro na praia de nudismocomo teterminamos o tamanho da mostramulheres que nao aguentaram dar o rabo pra homens bem dotadosxvidios casada en apuroEgua ciscano a Buçetamenina já com a priquitinha na calcinha na picinax videos mamae recebe visitas sem calcinhatravesti tomou banho com amoga e comeu bucetinha delarelaro erotifo mae bucetuda e filho pau gigant..contos cdzinhahumilhado rodrigo macho hetero contoxvideo a peidorreira bem gostosa de vestido curtoconto erotico viadinho de calcinha e peruca com o borracheirodago do r**** gostosa de short curtoxvideos indigesto estrupadas pelo irmaosou puta do meu tiocontos abraso gostozo pordra de papai con seu pau duro"Foi um dos piores dias da minha vida. O que era para ser uma viagem de navio com minha esposa..." contos eroticosvídeo porno com uma negona de bunda grande recebendo três puconas no rabocontos fuderam a minha esposa e ela mandou eu beber porrcontos erodicos comi minha netaconto erotico anal surpresa com a canadianaxvideo corno esposa pegavo afosacarolzinha santos e suas amigas trepano no churrascocasada loira gaucha fode c pausudo que enche ela de porra e corno olhairmalouca pra perdero cabaco pro irmara tatuagem na bucitaConto erotico gay na balada gls dei para doistirei.o.cabaco.da.minha.irma.dormindocontos eroticos ela me deu o cuzinho/lesbicacontos corno e meus amigos pegamos minha esposa rabuda de fio contosfato real de noiada chupando rolapeguei minha sogra de vestido ei so olhando por debaixoContos eróticos tarados na madrugadadoutor prepara meu cuNando Mota-Casa Dos Contos Eroticos| zdorovsreda.rux video mernozinha e negaogozada nu cu qe iscorreuSaia Desse Barney comendo Vilma na camaestupro chupando grelo grande até ferirvideo na praia de jericoacoara ceara sexo porno na praiavarioscontoeroticoporno gay derramou agua na calçamachos do pau cabelydos negao ditados brasileiros nuslesbicas com grelo muinto grande transandoContos de caseiros negros idoso bem dotado comendo cu de patroas brancasquero ver uma b***** maior gostinho de mulher da bunda grande coxudaele goza cem para na boca da novinha ela ingoli tudo até autima gotafilmepotnoucontos eiroticos leilapornNao aguntei ver s biceta da minha irman debaixo da saiasobrinho comendo o cu da tia com piroca acogumelosex incesto cumendo a priminha piquena e magrinha linda comendo o cu piquenafazendo sexo com gravidas enquanto elas dormian pornodoidoconto gay ele se revoltou e tomou todas conto porno cunhada ivoneteXXVIDIO.COMEU.ASUACUNHADAconto hetero dos pentelhos raspadoxvideoesplendidaeu cuido da buceta e ele quer meu cuxvideo passando as feria na cqsa do tia maxminha cunhada casada muito linda e gostosa com uma bucetinha cabelinho baixinho garotinhos sendo asediados por mulherescontos eiroticos leilapornputa safada grita alto vadia geme piranha mais alto caralho vai vai grita ai vou gozar.conto erotico incestomulher gostosa marombada toda forte foi xingar o homem esse homem estuprou ela fez ela bater uma p******contos eroticos: sendo encoxada gostoso no onibus de mini-saia sem calcinhaesposa novinha timida gostosa e o sogro roludo contos eroticosCasa de Contos fodas a uma cadela pitbull da vizinhaxnxx porno gay contos eroticos tres coleguinhas inocentes transando no riachohttp://zdorovsreda.ru/texto/201109691Conto erotico de mae dando banho no filho que ta com a perna quebradaJurandir que jeito que dá Lá Vem Novinha querendo me darnovinha engole pau do paulaocontos fudi a minha norapadrasto e intendenda gostosocontos eiroticos leilaporn